Verão e protetor labial: com sol forte é importante usar

fevereiro 15 2019

Protetor Solar Labial: E aí, pessoal, tudo bem? O verão tem garantido altas temperaturas. O sol a pino merece cuidados com a pele. O velho e bom protetor solar tem que estar sempre a mão para proteger dos raios UV.

Mas muitas vezes a gente protege quase todas as partes do corpo que vão estar expostos ao sol e se esquece dos lábios.

Mesmo se usar protetor solar facial é importante usar também algo específico para os lábios, que é o protetor solar labial.

Os raios UV podem causar não só câncer de pele labial, mas lesões incômodas como rachaduras e feridas, que são muitas vezes dolorosas e desagradáveis

Câncer de pele no lábio

Você sabia que é muito comum o câncer de pele labial?

Pessoas de pele clara possuem menos melanina (pigmento que dá cor a pele) e é essa pigmentação que protege a pele da exposição solar. Assim, os lábios, e a pele como um todo, acabam sofrendo mais. Mas isso não quer dizer que pessoas de pele mais escura não possam desenvolver o câncer de lábio ou pele, apenas que estão mais protegidas.

Praticamente 100% dos cânceres ocorrem no lábio inferior é devido a maior exposição ao sol. Eles ficam mais expostos pela posição que se encontram em relação aos superiores. Mas é preciso dizer também que apesar da exposição solar ser o principal fator, o tabaco e o álcool também possuem papel importante em relação ao câncer de lábio.

Em geral, essa doença começa com uma pequena descamação (aquelas pelinhas famosas que todo mundo já puxou alguma vez da boca) que pode evoluir para feridas que não cicatrizam. Nos casos mais sérios, o lábio chega a inchar, podem aparecer manchas brancas e vermelhas, áreas rugosas, bolhas e a pessoa ainda pode sentir uma forte queimação na região. Se a ferida não cicatrizar em alguns dias e só piorar pode levar de fato ao câncer.

Quando e como usar protetor solar labial?

O recomendado é usar o protetor solar labial a cada 2 horas – já que a movimentação labial pela fala, ingestão de líquidos e alimentos contribui para menor permanência do produto no local.

É fundamental consultar sempre o Dermatologista para a avaliação de lesões labiais que apresentem descamação, bolhas, manchas ou dificuldade na cicatrização, para um diagnóstico precoce, preciso e completo. Não deixe de se consultar e de se proteger de todas as formas.