Sisu, você precisa aderir a esta ideia

Sisu, você precisa aderir a esta ideia

agosto 31 2018

Entre os 15 lugares do mundo melhores para se viver estão oito países do norte da Europa. Entidades internacionais como Unesco, Banco Mundial e inúmeros conglomerados privados levam em conta para fazer tal julgamento indicadores como Saúde, Educação, Bem-Estar, Segurança…. estes valores com que sonhamos tanto, todos os dias. Mas consideram também as características das sociedades locais, as personalidades, enfim, o perfil do ser humano.

Muito do que os europeus do Norte – incluindo Holanda, Dinamarca, Islândia e, claro, os escandinavos – levam em conta para fazer de suas nações lugares especiais está ligado a um conceito muito em moda por lá: sisu, uma palavra finlandesa que não tem uma tradução literal, mas que pode ser definida como ‘força (ou energia) para seguir adiante’, mesmo diante das adversidades e frustrações que surgem todos os dias. Pode significar também estoicismo, resiliência, perseverança.

Sisu: conceito finlandês prega resistência e perseverança diante das adversidades, mais uma forma para garantir bem-estar

Pode parecer complicado, mas não é. Dá trabalho, isto sim, e exige prática e força mental. Em tempos de tecnologia digital, em que queremos acesso imediato a tudo, sem exceções, é complexo falar em perseverança, paciência ou resiliência.

Acontece que o mais fanático dos adeptos das respostas instantâneas também sabe que, quando a situação aperta, quando um contratempo grave se interpõe no caminho, é preciso dar espaço à reflexão antes de seguir adiante. Não significa vacilar ou hesitar, mas ir buscar forças onde parece que não existem, encontrar maneiras concretas, e não virtuais, de enfrentar desgostos e frustrações.

O mais importante na questão da reflexão é estar seguro de que refletir também é uma forma de ação. Não é porque o sujeito pede uma pausa para reflexão que está passivo ou hesitante no momento de resolver o conflito. E praticar reflexão de forma perseverante também faz com que tudo ande mais rápido no futuro. Trata-se de uma gestão de stress fundamental para que a tomada de decisões não seja uma tortura.

Para os adeptos do sisu, tais práticas fazem com que os momentos estressantes sejam enfrentados de forma mais natural, sempre com um mandamento principal: a vida pode ficar bem mais pesada e difícil se você perder a capacidade de aproveitar e desfrutar dos bons momentos. E superar conflitos com mais naturalidade valoriza as horas boas.

Sisu nos ensina a ter coragem nas horas certas, a ser criterioso nas decisões, a ter integridade e honestidade para reconhecer erros e transformar o amargo em bom remédio. Para tempos difíceis, espíritos valentes. E livres. Os nórdicos têm muito o que ensinar e o sisu é uma síntese de suas propostas de convivência civilizada, com espaço obrigatório para aproveitar o que existe de bom.

Com o sisu, passamos a entender melhor que o mito da qualidade de vida não é mito.

Tags:, , , , , , ,