Miami: a sedução dos parques

outubro 8 2018

Das muitas faces de Miami, algumas das quais precisam ser desmistificadas, está um lugar-comum que parece convencer a maioria dos visitantes que chegam pela primeira vez: o equívoco de que Miami é principalmente downtown, os shoppings e as atrações da região costeira.

Não que o centro da cidade, a área de compras de Bayside e as muitas praias de areias brancas, banhadas pelo espetacular mar caribenho, não sejam bons atrativos.

A questão é que esses pontos ‘clássicos’ não representam a verdadeira Miami, aquela na qual é possível se divertir gastando pouco ou nada, praticando esportes e atividades ao ar livre sem precisar ser proprietário de um iate ou brigar por um lugar na areia, caminhando ou andando de bicicleta pelos diferentes parques e locais marcados pela descontração e pelo despojamento.

Se existe algo que torna Miami e Miami Beach locais democráticos e de ampla visitação, com liberdade e descontração, é seu conjunto de parques à beira-mar, todos muito bem cuidados e com paisagens alucinantes. Um tour desde o norte da baía, por Oleta Park e Haulover, até South Pointe Pier e Fischer Island, diante da área central, tem tudo para se tornar um passeio inesquecível – e a custo zero.

Miami: South Pointe

No extremo sul de Miami Beach, separado de Fischer Island por um imponente braço de mar, está South Pointe, a pequena e paradisíaca área na qual as horas passam sem peso, sob uma brisa constante. Em South Pointe é possível se passar um dia inteiro caminhando ou tomando sol, com intervalos necessários pelos muitos bares e restaurantes da área, para repor forças. Para as crianças, não faltam espaço ou atrações e mesmo os cães têm sua área própria. Na vereda que contorna o parque, uma boa caminhada pode ser alternada com um passeio em bicicleta, sob um panorama privilegiado. De um lado, mar aberto, de outro, Biscayne Bay, Fisher Island e Miami Downtown.

Miami – Haulover Park

Uma ótima mostra do conjunto de atrações que pode oferecer Miami em um só lugar é Haulover Park, em Bal Harbour, onde se chega pela badalada Collins Avenue, depois A1A, a rodovia costeira que leva à região de Fort Lauderdale. Haulover, além de praia das boas, também é um espetacular parque-ilha, do outro lado da A1A, com áreas para todo tipo de práticas e uma atração extra: o vento.

Como está de frente para a baía, em região aberta, tornou-se um espaço privilegiado para as pipas levadas por crianças e adultos durante todo o verão.

O parque de um lado e a praia de outro têm quase 2,5 km de comprimento por 500 m de largura e, entre suas atrações há uma área de praia para cães e outra, pequena e bem ao norte, para os naturistas. Mas que ninguém se assuste: o uso de roupas é opcional e os outros trechos de praia são frequentados normalmente pelas famílias. Tudo muito civilizado e descontraído.

Miami – Boardwalk

Que tal uma passarela cercada por um mar turquesa esplendoroso e pela arquitetura de uma das áreas mais concorridas da região, em plena Ocean Drive?

No calçadão elevado de Miami Beach, diante dessa paisagem, nem é preciso ter pressa, mas sempre há alguém correndo ou andando de bicicleta nos trechos pavimentados. É o Boardwalk, um prazer enorme para os olhos e para o espírito, hoje um verdadeiro emblema de Miami.

O calçadão é uma espécie de trilha, com áreas somente para pedestres e piso de madeira, que se estende da 24th street, ao sul de Miami Beach, rumo ao norte até o Indian Beach Park e é tão concorrido que uma remodelação no trajeto o levará mais ao sul, numa conexão com o Paver Walkway de Miami Beach Walk, até o Lummus Park, a caminho de South Pointe.

Poderia ser apenas uma passarela para pedestres, mas se trata de um lugar para sonhar e para se deixar levar.

Miami – Oleta River Park

Canoagem, bicicross, pesca e passeios tranquilos longe do burburinho e ao som dos pássaros, tudo isso em plena Miami?

Sim, é possível. Do outro lado de Haulover Park, na Miami continental, está o Oleta River State Park, uma área de mais de mil acres, em Biscayne Bay, que está longe de ser a atração mais badalada da cidade, mas, para quem conhece bem a região, merece visita obrigatória de quando em quando. Dali é possível, a bordo de um caiaque, remar até a saída para o oceano, o que propicia uma vista de esplendor da baía.

Mas se a opção for descanso em terra firme, sem problemas. O parque é excepcional para praticar um jogging ou simplesmente pegar um sol na praia, que nem é das mais movimentadas. Aos fins de semana, chegam as famílias, mas nunca é um problema com tanto espaço.

E se a ideia for passar mais de um dia, o parque tem chalés para alugar, todos muito bem equipados.

Texto extraído da Revista Way.

Tags:, , , , , ,