JOIAS: correntes, pingentes, pulseiras e anéis para homens

dezembro 16 2013

 

Correntes, pingentes, relógios e anéis para homens

Muitos acham cafona e outros garantem que faz parte de um estilo muito pessoal. Os adornos fazem parte da história da humanidade: o cocar para o índio, por exemplo, aparecia carregado de significados sociais. Hoje, jogadores de futebol desfilam suas joias como parte fundamental de qualquer visual. Rappers indicam sua ascensão social e assim, criam um conceito próprio para utilizar o acessório.

É possível sim tornar qualquer peça parte do look e, por isso, usar qualquer tipo de acessório é muito simples. Seja uma corrente ou pulseira mais fina, ou um modelo mais grosso, a regra é a simplicidade. Se faz parte do estilo e personalidade, não há porque não apostar na peça. O uso de jóias não é atemporal e pode ser usado em qualquer época do ano.

Joias e acessórios para homens

As correntes mais comuns são aqueles com trançado mais grosso, sem pingentes, em prata. Entretanto, há muitos homens que apostam em correntes mais finas e discretas, em ouro. As pulseiras seguem a mesma linha, dificilmente carregam algum pingente e os acabamentos variam de peça em peça. Os pingentes mais comuns, são os crucifixos ou medalhas. Em geral, são usadas com descrição. Abrir a camisa só para mostrar a corrente é muito deselegante.

Anéis também fazem a cabeça dos homens. Antigamente, os mais usados eram aqueles referentes à formação de cada profissional. Hoje, em desuso, esses anéis foram trocados por modelos simples, com metais lisos ou com pequenos detalhes. Os modelos geométricos são mais masculinos.

Vale lembrar que os relógios também são um acessório fino e elegante. Se usados em combinações com pulseiras ou anéis também ficam estilosos. Cuidado e bom senso é fundamental para não cometer exageros.

Tags:, , , , , , ,