Contra o câncer: Indústria de calçados mobiliza funcionários para conscientização sobre o câncer de mama

outubro 28 2011

*Reportagem de José Antonio publicada no Jornal Diário da Franca

Mais de 700 trabalhadores da empresa Free Way se envolveram numa campanha internacional contra o câncer de mama. Ações diferenciadas foram desenvolvidas durante o expediente e almoço dos trabalhadores. A proposta foi uma adesão ao projeto “Outubro Rosa“. Além de usarem a cor rosa que simboliza o projeto, os funcionários fizeram doações para o Hospital do Câncer de Franca. Toda a arrecadação será destinada para a prevenção e tratamento da doença. A empresa também preparou um mural com dicas de prevenção e convidou os voluntários do projeto Doutores da Alegria da cidade para mostrar, às 11h45, na prática como fazer o auto- exame.

Luis Eduardo Pereira, coordenador de marketing, ressaltou que a campanha teve uma aprovação de 100% dos trabalhadores. “A motivação foi enorme e, dentro do quadro de funcionários descobrimos que havia casos de câncer de mama”, citou. É o caso de Elisabete Mendes, que descobriu a doença em 2009, fez o tratamento em Barretos e conseguiu reduzir o nódulo de 4,5 cm para 2 mm.

Outubro Rosa | A importância da conscientização sobre o câncer de Mama na Freeway

“Atravessei por momentos difíceis, já que a descoberta foi durante minha gravidez. Mas, fiz o tratamento. A criança nasceu com saúde impecável e, graças a Deus, ao ser feito o diagnóstico precocemente pude fazer o tratamento adequado. Ainda tomo remédios, mas caminha tudo bem”.

Roseli Luis da Fonseca, 32 anos, afirmou ao Diário que a campanha serviu para sensibilizá-la. “Até hoje não havia feito nenhuma exame. Mas, agora, com as orientações recebidas deve me cuidar melhor”. Daniela Aparecida Becoro, 29 anos, por sua vez, afirmou que a campanha teve um ponto positivo e deve ser estendida a outras empresas, pois alerta as mulheres que não tem uma orientação médica diária. “Corremos um risco enorme e a prevenção pode evitar qualquer fatalidade” observou.

Vilma Aparecida Machado, 44 anos, ficou emocionada, já que ao retirar um tumor na placenta, busca uma qualidade de vida melhor. Diego da Costa Xavier, 28 anos, se manifestou positivamente sobre a campanha. “Sabemos que conseguimos sensibilizar um pouco da população. Talvez, quem sabe, se houvesse uma ampla divulgação da ação os resultados poderiam ser outros”.

Tags:, , , , ,