Calçados terão selo verde

julho 27 2012

Politica Ambiental da Freeway - sapatos masculinos de Franca

A partir de 2013 o setor calçadista ganhará certificado de sustentabilidade pelo uso racional de água e energia entre outros itens. O Instituto By Brasil realizou nesta quarta-feira o pré-lançamento do Selo de Sustentabilidade. O selo será concedido às empresas que apresentarem processos que contemplem os quatro pilares da sustentabilidade – aspectos ambientais, econômicos, sociais e culturais.

O Selo de Sustentabilidade foi apresentado durante o 4º Seminário Internacional de Design, que faz parte do Inspiramais 2013 – Salão de Design e Inovação em Componentes -, que terminou nesta quinta-feira, em São Paulo.

No artigo Tempos Modernos X Atividade Sustentável, Jânio Machado Rodrigues Silva, Diretor Presidente da Freeway, explica que a sustentabilidade é o grande paradoxo dos “tempos modernos. A atividade humana versus a capacidade do Planeta de absorver os impactos de suas engenhosidades. Segundo Jânio os tempos desafiadores pedem atuações modernas. Essa deve ser a visão empresarial dos nossos tempos. Visão de inserção planetária, onde a “saúde” dos negócios não pode ser mais medida apenas pelo lucro financeiro ou valorização acionária; e sim pela atividade solidária com o meio e comprometimento futuro. “Esta é a minha visão, esta é a visão da Freeway!”, finaliza o artigo.

Em 2002 foi redigida pelo Diretor-Presidente Jânio Machado Rodrigues Silva, a política ambiental da empresa. A imagem que ilustra esse post é do quadro que está fixado na sede da empresa, em Franca, desde então.

A Freeway, mais do que fabricar calçados adota medidas que busca a preservação do ecossistema de modo sustentável, levando em conta a natureza e o meio ambiente que vivemos.

O processo para a captação de água da chuva para o sistema de irrigação, por exemplo, participou do prêmio Greenbest 2012 (ela falou aqui sobre a produção de adubo orgânico) das plantas e dos jardins, que é todo computadorizado. “Existe um sensor que nos avisa quando os 20 cm de água na terra começa a baixar. Aí é a hora de o mecanismo acionar o programa de irrigação automatizado do jardim”, explica.

A implantação do Selo de Sustentabilidade começará por um projeto-piloto, do qual participarão treze empresas no segundo semestre. Segundo Silvana Dilly, a partir de janeiro de 2013, quando a iniciativa será lançada oficialmente, as 340 associadas da Assintecal poderão aderir ao projeto.

Tags:, , , , , , , ,